Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘número 1’

Andrew Wong / Getty Images

Depois de Roland Garros e Wimbledon, o duelo tem parte três em breve - Andrew Wong / Getty Images

Ninguém pode duvidar que este está sendo o melhor ano de Rafael Nadal no circuito mundial. Os números comprovam. A esta altura da temporada, após Wimbledon e antes dos Masters Series de Toronto e Cincinnati, o espanhol tinha feito 3.410 pontos no ranking em 2005, 3.675 em 2006 e 4.430 em 2007. Neste ano, são 4.775 pontos.

A diferença para Federer é de 545 pontos. O espanhol nunca esteve tão próximo de pular para a primeira posição do ranking. Mas ainda faltam alguns passos grandes, mesmo com a irregularidade do suíço em 2008.

Federer vem tendo sua pior temporada desde 2003 — o suíço tornou-se o número 1 no começo de 2004. Em 2003, tinha faturado até aqui 2.790 pontos. Em 2004, 3.695; em 2005, 4.550; em 2006, 5.085; e em 2007, 4.005. Conquistou em 2008 3.425 pontos.

Quadra (e vida) dura pela frente

Os joelhos de Nadal nunca gostaram muito dos torneios disputados após Wimbledon, em quadras duras, como Montreal e Cincinnati. O espanhol joga com proteções nas duas pernas desde o segundo semestre do ano passado e deixou de defender o título do ATP de Stuttgart neste ano alegando uma lesão.

A quantidade de pontos que Nadal faz após Slam inglês representa cerca de 52% do que consegue antes. Com Federer, o número vai a 68%. Se as estatísticas se confirmarem, o touro espanhol termina o ano atrás de Federer.

Acredito ainda que Federer não termina o ano sem, pelo menos, um título de Masters. Sua técnica e seu bom saque combinados vão lhe trazer glórias no piso sintético ainda em 2008.

Quem deve dar as caras com mais intensidade até o final do ano é Novak Djokovic, que será o fiel da balança para determinar o líder do ranking. Quantos pontos ele poderá tirar dos dois primeiros só saberemos a partir de 25 de agosto, em Flushing Meadows.

Anúncios

Read Full Post »