Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘rafael nadal’

A chave principal do US Open começou há instantes (está passando Ferrer x Vassallo Arguello no SporTV 2). Hoje tem jogo do Bellucci, do Daniel, do Blake, da Dementieva e também do Nadal.

Sobre o Nadal, participei no sábado de uma ótima palestra com o espanhol Alberto Cairo, professor da Universidade da Carolina do Norte, especialista em infografia para jornais impressos e meio online. Um dos trabalhos que apresentou foi feito para o NY Times nesta mesma época, mas no ano passado, sobre as mudanças que Nadal teria de fazer no seu jogo para se adaptar a outras superfícies além do saibro. O info está aqui. Sempre lembrando que o material é de 2007, portanto, desatualizado em relação aos números.

É bem legal, mostra de modo didático as diferenças nos tipos de quadra, no quique da bola e na velocidade. Aponta também o que Nadal teria que melhorar. Muitas coisas ele já fez, como melhorar o saque. Encontrei somente um erro: quando falam do backhand do espanhol, colocam o desenho do jogador à esquerda. Nadal é canhoto, seu backhand é na direita. Nada que diminua o crédito do trabalho. Confiram!

Anúncios

Read Full Post »

Arthur Ahse Stadium, palco dos principais jogos do US Open

Arthur Ashe Stadium, palco dos principais jogos do US Open

O US Open é o primeiro slam após a revolução que Nadal trouxe para o tênis ao destronar Roger Federer. Isso é fato, o espanhol é realmente o melhor no momento. Mas algumas perguntas devem ser respondidas no último slam do ano.

Será que dessa vez o Djokovic cai no lado da chave do Federer, agora o cabeça-de-chave 2? Thomaz Bellucci terá uma vida mais fácil e conseguirá a segunda vitória em slams? E Marcos Daniel? Andy Murray vai mostrar que deixou de ser apenas um garoto com talento, mas sem regularidade?

Com base em tudo o que se viu até aqui na temporada, a revista norte-americana Tennis fez um prognóstico para o torneio na edição de setembro.

Ela coloca Novak Djokovic como campeão em uma final contra Roger Federer. Nadal ficaria nas semifinais. A Tennis justifica dizendo que ele nunca passou das quartas-de-final do torneio. Mas lembra também que ele não ganhara Wimbledon até este ano.

Andy Roddick, ajudado por seu saque, principalmente, em jogos noturnos, também é colocado nas semifinais. Nikolay Davydenko, David Ferrer e James Blake ficam nas quartas-de-final. David Nalbandian cai nas oitavas.

No feminino, a Tennis coloca o título nas mãos de Ana Ivanovic, afirmando que, apesar do resultado em Wimbledon, ela “pareceu uma número 1” durante a temporada. A final é contra Venus Williams. Serena Williams e Jelena Jankovic param nas semifinais. Elena Dementieva, Svetlana Kuznetsova, Anna Chakvetadze e Maria Sharapova perdem nas quartas. Vale lembrar que a publicação saiu antes do final das Olimpíadas. Sharapova não vai disputar o slam por causa de uma lesão.

Casas de apostas

Argentino Del Potro, a surpresa

Argentino Del Potro, a surpresa

Nas casas de apostas esportivas a situação é um pouco diferente. Na inglesa William Hill, Djokovic é apenas o terceiro, e uma aposta nele paga 11/4. O favorito é Nadal (13/8), seguido de Federer (2/1).

Andy Murray é o quarto (8/1), logo antes da surpresa argentina Juan Martin Del Potro (25/1), que ganhou destaque com a conquista de quatro títulos de ATP Tours nos últimos meses. Depois vêm Blake e Roddick (50/1), Gasquet, Davydenko, Ancic, Tsonga, González, Nalbandian e Ferrer (66/1).

No feminino, a mais cotada é Serena Williams (3/1), seguida por Ivanovic (4/1), Venus e Safina (9/2), Jankovic (10/1), Dementieva (14/1), Kuznetsova (16/1), Azarenka, Cibulkova e Radwanska (33/1).

Minhas apostas

Dificilmente o título sairá das mãos de um dos três líderes do ranking atual, algo que não acontece desde o começo de 2005, quando Marat Safin venceu o Aberto da Austrália. Federer vai ter que deixar de lado sua instabilidade se quiser triunfar. Do contrário, pára nas semifinais — ou antes, mas será surpresa, com foi com Blake nas Olimpíadas.

Se a chave for favorável, tudo leva a crer em uma final Nadal x Djokovic. Há vários pontos que favorecem um lado ou outro. Nadal vive um ano sensacional, em que vem quebrando tabus como não ganhar Wimbledon e não obter resultados tão bons após o slam inglês. Como disse Fernando González, só o cansaço pode pará-lo. Sua vontade de ganhar é que nunca se cansa.

Para Djokovic, pesa o fato de o piso ser ótimo para seu jogo. O sérvio precisa mostrar, também, que pode vencer Nadal em uma partida melhor-de-cinco sets, o que ainda não ocorreu. Djokovic jogou muito solto em Nova York no ano passado — lembram das imitações? Acho ainda que Del Potro fará uma boa campanha, com quartas-de-final.

Safina, a aposta do blogueiro

Safina, a aposta do blogueiro

No feminino, acredito muito na Safina. A russa vem sendo a jogadora mais regular do circuito após o vice-campeonato em Roland Garros. Faltam apenas detalhes para que ela conquiste o primeiro slam. Precisa, principalmente, encaixar mais vezes seu bom primeiro saque. Foram esses erros que deram a vitória a Dementieva nas Olimpíadas. Dementieva, aliás, também pode surpreender.

As irmãs Williams vêm fazendo uma boa temporada. Jogando em casa, devem, no mínimo, chegar às quartas-de-final. Ivanovic volta de lesão, tenho dúvidas sobre o que conseguirá fazer. As previsões no feminino são sempre difíceis…

E suas apostas, quais são?

Read Full Post »